Pular para o menu
1328537995

Gasolina segue vantajosa frente ao etanol na maioria dos estados

06 de fevereiro de 2012 às 11:19

O preço do etanol hidratado, aquele vendido direto na bomba, recuou em 16 estados e no Distrito Federal. E subiu em outros sete estados, segundo balanço feito pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) - referente a semana passada. Nos estados da Amazônia, Pará e Roraima, os preços não sofreram mudanças expressivas.

O combustível à base de cana-de-açúcar, chegou a deflacionar 1,5% em Goiás, maior queda na semana. Em São Paulo, maior centro consumidor de etanol hidratado do pais, a redução média nos preços ficou em 1,12%. Com o resultado, a frota paulista que utiliza o combustível já sente uma redução de custo acumulada de 3,65% nas últimas quatro semanas. O preço médio do litro de etanol no estado ficou em R$ 1,848, abaixo dos R$ 1,869  registrado no mesmo período anterior.

A queda, contudo, não foi suficiente para garantir o retorno do etanol à preferência dos motoristas donos de veículos flex, Brasil à fora. A escolha pelo etanol, ante a gasolina, levando-se em conta as médias de preço, é um bom negócio somente nos estados de São Paulo e Goiás.

No restante do país, o preço do biocombustível ultrapassa a faixa de 70% do preço da gasolina defendida por especialistas como o limite que garante a rentabilidade no uso do etanol. Dados da ANP ainda indicaram que o preço médio de R$ 1,848 por litro, obtido em São Paulo, é o menor do país. Em oposição, Roraima, no Norte do Brasil, tem o preço médio mais alto para o combustível, de R$ 2,518 por litro.

Os dados completos da ANP podem se acessados no site da Agência (http://www.anp.gov.br/preco/index.asp), no qual é possível ver os dados detalhados até as regiões municipais.

 

Fonte: NN

Compartilhar: