Pular para o menu
1430936570
Administrativo no Campo

Hora de intensificar as mobilizações por um regime de trabalho justo!

Meta dos SINDIPETROs RN e CE/PI é a criação de um Regime Especial para Bases Remotas

06 de maio de 2015 às 15:22

Até o momento, a Petrobrás vem se mostrando irredutível com relação à necessidade de implantação de um regime adequado para os trabalhadores inseridos em jornada administrativa no campo. Por isso, nos próximos dias, o SINDIPETRO-RN deve intensificar as mobilizações em torno da pauta.

Em abril, o Sindicato voltou a se reunir com a com a Gerência da UO-RNCE e o RH Corporativo em busca de soluções para o problema. A resposta, entretanto, é a inclinação da Companhia em negociar somente o regime dos trabalhadores da manutenção e operação, propondo a estes uma escala de 8x6, deixando as demais funções de fora.

O Sindicato, por outro lado, entende que cabe a adoção dos regimes de turno e sobreaviso nessas áreas, e que o foco da negociação está em resolver a situação dos empregados que exercem atividades preponderantemente administrativas. Para estes, a proposta é a aplicação da jornada de 7x7, alternando em 4x3 e 3x4.

Segundo o coordenador do SINDIPETRO-RN, José Araújo, esses trabalhadores ficam à disposição da Petrobrás quase 15 horas a mais, por semana. Com o aval do E&P, a Gerência da UO-RNCE deve analisar a proposta apresentada pelos Sindicatos do RN e do CE-PI, posicionando-se em breve. O objetivo das entidades é a criação de um Regime Especial para Bases Remotas.

Relembre  Entendendo ser prioridade a saúde e o bem-estar dos trabalhadores, os SINDIPETROs RN e CE-PI promoveram dois atos pelo Fim do Administrativo no Campo, no início de 2015: um em Fazenda Belém e, outro, na Termoaçu, em Alto do Rodrigues. A pressão oriunda do movimento resultou na atual negociação. Algumas alternativas de solução foram apontadas pela Petrobrás, mas nenhuma delas foi considerada adequada à necessidade dos trabalhadores.

Compartilhar: