Pular para o menu
1321292550
INTERNACIONAL

Imprensa mundial repercute pacificação da Rocinha

Imprensa colocou esta como uma operação vital para a Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016

14 de novembro de 2011 às 14:42

A pacificação da favela da Rocinha, a maior do Rio de Janeiro, com a implantação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), teve grande repercussão mundial, principalmente porque a imprensa colocou esta como uma operação vital para a Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016.

"A polícia brasileira disse que tomou controle da maior favela do Rio de Janeiro, Rocinha, em uma disputa contra traficantes com vistas à Copa do Mundo de 2014", explicou matéria da TV inglesa BBC. "O chefe da Polícia Miltar disse que 'não houveram incidentes e nenhum tiro foi disputado' durante a operação".

O jornal New York Times chamou a ação de "último esforço para tomar controle das áreas sem lei da cidade" pensando nos dois grandes eventos esportivos. "A ocupação da favela terminou em paz".

O diário norte-americano ainda citou um texto no Twitter do ex-secretário de Segurança do RJ, Luiz Eduardo Soares. "Sobre minha cabeça os helicópteros lembram mais Coppola do que Vietnã. O som com a fúria teatral move a vã coreografia de uma guerra que nunca será", criticou o especialista, citando o filme de Francis Ford Coppola 'Apocalypse Now' e os helicópteros sobrevoando a favela.

O NY Times e o Clarín, da Argentina, divergiram no número de soldados presentes na operação (3 mil para o NY Times e 2 mil de acordo com os sul-americanos). "A Zona Sul do Rio de Janeiro se tornou a partir da noite no cenário de uma ação de guerra. Mas com uma diferença: aqui é preciso evitar vítimas acidentais", descreveu o jornal argentino.

Já o diário espanhol El Mundo citou o Comitê Olímpico Internacional (COI), que "pediu ao prefeito do Rio - Eduardo Paes - que urbanize as favelas antes desta data (Jogos Olímpicos)".

Fonte: ESPN

Compartilhar: