Pular para o menu
1410986681
Insegurança

Incidente na SC-106 foi classificado como potencialmente grave

Rompimento de cabo teria gerado movimentação pendular causando risco para operadores

17 de setembro de 2014 às 17:44

Um incidente ocorrido na última segunda-feira, 15, na Sonda de Perfuração SC–106 da Petrobrás, estacionada no Campo de Lorena, foi caracterizado por fontes ouvidas pelo SINDIPETRO-RN como potencialmente grave. O evento ocorreu durante o processo de DTM (Desmontagem, Transporte e Montagem) dos equipamentos da sonda que seguiria para atividades no Campo de Estreito, próximo ao município de Carnaubais – RN.

Segundo o SINDIPETRO-RN apurou, o incidente aconteceu durante a retirada da peça Bell Nipple, uma espécie de tubo utilizado em uma série de operações de perfuração, o qual estava sendo manobrado pelo guincho de uma empresa contratada. Durante este processo, o cabo utilizado se rompeu, gerando uma movimentação pendular que causou risco de acidente para os operadores da sonda.

O caso está sendo investigado pela perícia da Petrobrás, mas, até o momento, acredita-se que o motivo da ruptura do cabo utilizado tenha sido a corrosão provocada pelo fluido de perfuração e a erosão por deficiência na estocagem do material. 

Segundo as mesmas fontes ouvidas pela direção do SINDIPETRO–RN, seria interessante que na retirada da Bell Nipple fossem utilizados olhais de aço. Os olhais auxiliam no momento do desmonte, dando mais segurança para os trabalhadores. A sonda SC–106 mantém atividades em período integral, mobilizando cerca de 30 trabalhadores por semana.

 

 

Compartilhar: