Pular para o menu
1527015056

Miguel do Rosário: Em apenas 4 meses, EUA vendem quase R$ 7 bilhões em óleo diesel para o Brasil

22 de maio de 2018 às 15:50

destaque

Foto: O Cafezinho

Mesmo com a economia patinando e as hidrelétricas voltando a encher, o Brasil está registrando aumentos impressionantes na importação de óleo diesel. No acumulado dos últimos 4 meses (jan/abr) deste ano, o Brasil já importou um total de US$ 2,39 bilhões em óleo diesel, um aumento de 58% sobre igual período do ano anterior. Na comparação com igual período de 2016, o aumento foi de 235%.

Os dados são oficiais do governo federal, e podem ser consultados no seguinte endereço: http://comexstat.mdic.gov.br/pt/geral 

O Brasil nunca importou tanto óleo diesel.

Com o aumento dos preços do petróleo, a conta vai ficar cada vez mais cara para o Brasil, elevando o custo de produção de todos os produtos nacionais, visto que o principal meio de transporte de mercadorias usado no país ainda é o caminhão movido a diesel.

Em reais, o Brasil gastou R$ 8,7 bilhões com a importação de óleo diesel, apenas nos 4 primeiros meses do ano.

(Clique na imagem para ampliar a tabela)*

Os itens mais pesados em nossa balança comercial tem sido derivados de petróleo. De janeiro a abril deste ano, segundo dados oficiais, o Brasil importou US$ 8 bilhões em derivados de petróleo, petróleo bruto, álcool e carvão, o que corresponde a R$ 29 bilhões, mais de 8 bilhões a mais do que o Executivo gastou efetivamente com saúde pública no primeiro trimestre de 2018.

(Clique na imagem para ampliar a tabela)*


A conta do petróleo está ficando muito pesada porque as primeiras medidas do governo Temer foram reduzir a produção das refinarias nacionais, além de suspender as obras de todas as refinarias em construção. Esta última decisão, a bem da verdade, veio da Lava Jato, cujos ataques mais virulentos contra a Petrobrás vieram sob a forma de suspensões judiciais e demais ações – incluindo a destruição das empresas responsáveis – que inviabilizaram as obras nas refinarias.

O Brasil está voltando a ser uma velha colônia do século XIX. Nosso pré-sal está sendo vendido cru, sem nenhum tipo de valor agregado, e estamos comprando uma quantidade crescente de derivados do mesmo petróleo

O maior beneficiário disso são os Estados Unidos, que coincidentemente elevaram brutalmente sua participação nas importações brasileiras de óleo diesel, de cerca de 40% antes do impeachment, para cerca de 80% em seguida. Em Jan/Abr 2018, os EUA exportaram US$ 1,84 bilhão em óleo diesel, para o Brasil, ou seja, R$ 6,73 bilhões.

Os caminhoneiros, uma das mais importantes categorias profissionais do país, devem ser esclarecidos que eles são vítimas, como todos nós, de um processo imperialista.

Alguns militantes estão reagindo com ressentimento contra os caminhoneiros, porque alguns deles se posicionaram contra Dilma Rousseff em 2015. Isso é um erro. Caminhoneiros são trabalhadores, e os partidos aliados à classe trabalhadora devem operar para ajudá-los a se organizarem, e a entenderem melhor a conjuntura.

(Clique na imagem para ampliar a tabela)*

Acessível em: https://www.ocafezinho.com/2018/05/22/em-apenas-4-meses-eua-vendem-quase-r-7-bilhoes-em-oleo-diesel-para-o-brasil/

Arquivos anexados
AnexoTamanho
IMPORTDERIV.pdf311.13 KB
DERIVPETROIMP.jpg164.86 KB
PRODIMPORT.pdf737.48 KB
Compartilhar: