Pular para o menu
1553085766
22 de março

Mossoró tem protestos contra a reforma da Previdência

Jornada começa com ato público em frente à sede da Petrobrás

20 de março de 2019 às 09:42

destaque

Foto: Deivson Mendes

Na próxima sexta-feira, 22, será realizado o Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações contra a PEC n°. 06/2019, que rebaixa direitos previdenciários da classe trabalhadora brasileira. Em Mossoró, a população também sairá às ruas para protestar.

A programação foi definida em reunião plenária realizada na sede da Regional do SINTE, na última quinta-feira, 14, com a participação de representantes de sindicatos, movimentos sociais e estudantis. A agenda prevê a realização de atos públicos e de uma caminhada pelas ruas centrais da cidade.

O coordenador estadual do SINTE-RN e representante da CUT, Romulo Arnaud, alimenta boas expectativas quanto à realização do movimento: “Foi muito boa à participação das centrais na reunião e certamente teremos um dos maiores atos que Mossoró já viu, em defesa da classe trabalhadora. O momento é muito delicado. Está em jogo o futuro de várias gerações”, explicou o dirigente.

Para aglutinar um maior número de pessoas ao protesto, foi definida uma agenda de mobilização que começou nesta terça-feira, 19, com uma ação junto à categoria comerciária. Para hoje, quarta-feira, 20, os ativistas planejam realizar uma panfletagem, convocando a população em escolas e paradas de ônibus da cidade.

Os preparativos para o Dia Nacional de Luta também vão contar com uma palestra, na quinta-feira, 21, com o tema: “Os Efeitos da Reforma da Previdência para o Povo Brasileiro”. O evento será realizado no Núcleo de Mossoró do SINDIPREVS, a partir das 18 h, é importante para todas as pessoas que ainda desejam se aposentar, e que querem saber mais sobre a reforma.

Duas atividades irão compor o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro em Mossoró. Aldeirton Pereira, assessor sindical SINDIPETRO-RN e representante da CTB, informa que, a partir das 6h, na base 34 da Petrobrás, será realizado um ato contra a reforma da previdência. Após este ato, às 8h, os manifestantes seguem para a agência do INSS do bairro Aeroporto (Rua Aldemir Fernandes, 101) e, em seguida, iniciam caminhada até a Praça do PAX, no centro da cidade, para realizar o ato unificado.

Compartilhar: