Pular para o menu
1296156627

Número de trabalhadores em 2010 foi 3,5% maior que no ano anterior

27 de janeiro de 2011 às 16:30

O número de pessoas trabalhando em 2010 foi 3,5% maior que em 2009. O contingente de ocupados passou para 22 milhões, refletindo um aumento de 743 mil postos de trabalho, segundo divulgou hoje (27), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O coordenador da Pesquisa Mensal do Emprego (PME), Cimar Azeredo, destacou que esse foi o maior aumento de um ano para o outro, desde a passagem de 2007 para 2008 (3,4%). Segundo ele, o resultado é consequência do cenário econômico.

Segundo Azeredo, o mercado de trabalho começou a dar sinais de melhora já em janeiro, quando não houve a dispensa de trabalhadores temporários, contratados em dezembro.

“2010 mostra um avanço grande do mercado de trabalho, expresso também no rendimento e no número de trabalhadores com carteira assinada. Contudo, não sabemos se vai se prolongar para 2011, não fazemos projeções”, afirmou.

Em sete anos, de 2003 para 2010, o contingente de ocupados aumentou 18,9% e incorporou 3,5 milhões de pessoas. Com esse resultado, o nível de ocupação (proporção de ocupados no total de pessoas com 10 anos ou mais de idade) passou de 52,1% para 53,1% entre 2009 e 2010.

Na comparação mês a mês, dezembro de 2010 também apresenta resultado favorável para o emprego, segundo o IBGE. No período, a população ocupada era de 22,5 milhões, equivalente a um aumento de 2,9% em relação a dezembro de 2009.

A taxa de desocupação em todo o ano de 2010 foi de 6,7% – a menor da série histórica - e ficou 1,4 ponto percentual abaixo da de 2009 (8,1%). Em 2003, a taxa média de pessoas procurando emprego em relação ao total da população em idade ativa era 12,4%.

Agência Brasil

Compartilhar: