Pular para o menu
1534446327

O caso Fafen-PR: Um peso e duas medidas

16 de agosto de 2018 às 16:05

destaque

Foto: Arquivo

Em documento protocolado junto à Petrobrás, no dia 6/08, a FUP reafirmou que todos os trabalhadores e trabalhadoras do Sistema devem ser contemplados com a Participação nos Resultados referente ao exercício de 2017, conforme acordado com a empresa. Encaminhado ao diretor do Refino, Jorge Celestino Ramos, o texto enfatiza que o pagamento para os trabalhadores da Araucária Nitrogenados (Fafen-PR) é questão de justiça, e que estes estão sendo arbitrariamente excluídos da quitação da PR.

O ofício protocolado faz um retrospecto de todo o processo de negociação do regramento da PLR e das diversas ações sindicais que resultaram na equalização de direitos e práticas normativas da Fafen-PR. Vários documentos e informes da Petrobrás e da Araucária Nitrogenados foram anexados, como o Termo de Quitação da PR 2014, que remete ao que foi pactuado com os trabalhadores no Acordo de Metodologia para Definição e Pagamento da PLR no Sistema Petrobrás.

(Clique nas imagens para ampliar)

Por outro lado, a FUP também anexou ao documento encaminhado à Petrobrás o informe que a Araucária Nitrogenados enviou aos trabalhadores em março de 2016, admitindo que, mesmo com o lucro registrado pela Fafen em 2015, não haveria distribuição da PLR, em função da empresa acompanhar as diretrizes de PLR da holding, que havia registrado prejuízos naquele ano. A FUP, portanto, exige que a justiça seja feita e os trabalhadores da Fafen-PR recebam a PR, como os demais petroleiros do Sistema.

Arquivos anexados
Compartilhar:

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.