Pular para o menu
1326727545

Pólo de Guamaré pede fim do regime administrativo no campo

16 de janeiro de 2012 às 12:25

No dia 12 de janeiro de 2012, durante uma assembleia periódica do Sindicato junto aos trabalhadores do Pólo de Guamaré, um dos assuntos em destaque foi o fim do “administrativo no campo”. Os trabalhadores citaram vários casos que comprovam a incompatibilidade desse regime para aqueles que trabalham em áreas remotas.

Os trabalhadores do pólo reclamam que neste regime muitos acabam perdendo tempo do seu horário de folga, pois permanecem nas instalações da empresa após o encerramento da jornada de trabalho  além do tempo perdido no trajeto. Os relatos dão conta que muitas vezes não são respeitados os intervalos de 11 horas entre as jornadas diárias.

Por isso, o SindipetroRN defende o fim do trabalho administrativo no campo e substituição por um regime mais adequado a situação. A adoção do regime de sobreaviso e/ou turno ininterrupto de revezamento é a forma mais correta para evitar o desgaste constante dos trabalhadores.

Compartilhar: