Pular para o menu
1315228874

Para CTB, queda de juros ainda é insuficiente contra a crise

05 de setembro de 2011 às 10:21

A CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil entende que a redução da taxa de juros para 12%, conforme anunciado nesta quarta-feira (31) pelo Banco Central, é ainda insuficiente para que o país enfrente a crise financeira internacional que pode chegar ao país.

Confira abaixo a íntegra da nota:

A CTB considera que a queda da taxa de juros em 0,5% – para 12,00% ao ano – significa ainda um gesto insuficiente do governo para conter a crise financeira que pode atingir o país em um curto prazo. Após cinco aumentos consecutivos ao longo de 2011, o Banco Central reafirma sua pouca sensibilidade aos anseios da classe trabalhadora, mantendo os juros brasileiros como os mais altos do mundo.

Não há qualquer argumento plausível que sirva para manter a taxa de juros no atual patamar. Ao contrário, existem razões de sobra para dar início a um processo mais ousado de diminuição da chamada Selic: a inflação se mostra controlada, o real permanece sobrevalorizado e o governo decidiu, em péssima hora, aumentar o superávit primário e pagar mais juros de sua dívida pública.

O Banco Central parece ignorar a iminência da crise econômica que está por vir. Para a CTB, é preciso reduzir imediatamente os juros, como elemento fundamental para o projeto nacional de desenvolvimento que o país necessita. O governo federal, por sua vez, precisa adotar medidas que sejam capazes de controlar o câmbio do país e sinalizar que colocará um freio no processo de desindustrialização que já está em curso.

A CTB insistirá na tecla de que a política de juros altos e de favorecimento ao mercado financeiro fazia parte do projeto que foi derrotado nas últimas eleições. Dilma Rousseff teve o apoio da classe trabalhadora ao prometer mudanças macroeconômicas, mas até agora seu governo nada fez nesse sentido.

O Brasil precisa de juros cada vez menores para enfrentar a crise. A classe trabalhadora permanecerá atenta!

Wagner Gomes
Presidente nacional da CTB

 

Compartilhar: