Pular para o menu
1310570564

Petróleo fecha em alta a US$ 97,43 após ata do Fed

13 de julho de 2011 às 12:22

Os preços do petróleo fecharam em alta, revertendo a tendência da manhã. A alta se acelerou à tarde, depois de o Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) sinalizar que está estudando a possibilidade de uma terceira rodada de medidas de estímulo à recuperação da economia.

Os preços do petróleo abriram em baixa, acompanhando a queda do euro frente ao dólar, em meio à intensificação dos temores quanto à dívida de alguns países da zona do euro; a Itália leiloou 6,75 bilhões de euros em notas de 12 meses com taxa de retorno de 3,670%, muito superior aos 2,147% obtidos no leilão de 10 de junho, refletindo o temor de contágio a partir da crise da Grécia. A recuperação dos preços do petróleo aconteceu depois de o dólar reduzir sua alta em relação ao euro, em reação à notícia de que o Parlamento da Itália acelerou o processo de debate sobre um plano de austeridade de 40 bilhões de euros.

No fim da sessão, a alta dos preços do petróleo se acelerou em reação à divulgação da ata da última reunião do Fed. Segundo a ata, alguns participantes da reunião sugeriram a adoção de um terceiro plano de estímulo à economia.

"Lá vamos nós de novo. Já se fala abertamente sobre uma terceira rodada de afrouxamento quantitativo, a QE3, e nós sabemos o que isso já trouxe para os mercados de commodities", comentou John Kilduff, fundador e sócio do fundo de hedge Again Capital. "O gráfico ficou parabólico hoje. Caímos abaixo dos US$ 95 por barril e depois voltamos para acima disso", disse Stephen Schork, editor do Schork Report.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para agosto fecharam a US$ 97,43 por barril, em alta de US$ 2,28 (2,40%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para agosto fecharam a US$ 117,75 por barril, em alta de US$ 0,51 (0,44%). As informações são da Dow Jones.

Fonte: Estadão Online

Compartilhar: