Pular para o menu
1467752078
Desmonte

Petrobrás anuncia venda de ativos em águas rasas de Ceará e Sergipe

Concessões que estão sendo oferecidas produziram em média 13 mil boed em 2015

05 de julho de 2016 às 17:54

Por meio do blog “Fatos e Dados”, a Petrobrás informou nesta segunda-feira, 4, que iniciou processo de venda de nove concessões em águas rasas, nos Estados do Ceará e de Sergipe.

A produção média de 2015 nessas áreas foi de 13 mil barris diários de óleo equivalente, o que corresponde a 0,5% da produção total da Companhia.

A disposição de venda atende ao plano de desinvestimentos da Petrobrás e será realizada por meio de processo competitivo. A petroleira, no entanto, não informou estimativas de valor para o negócio.

Os campos foram agrupados em polos de produção, com instalações integradas, de forma a proporcionar aos novos concessionários plenas condições de operação.

No chamado Polo Sergipe foram agrupados os campos de Carioba, Camorim, Dourado, Guaricema e Tatuí. No Polo Ceará, os de Curimã, Espada, Atum e Xaréu.

A Petrobrás pretende desinvestir cerca de US$ 14 bilhões em 2016, negociando campos petrolíferos, unidades de processamento de petróleo, termelétricas e outras operações.

Veja, a seguir, a notícia publicado em Fatos e dados...

Iniciamos a venda de ativos em águas rasas no Ceará e em Sergipe

Iniciamos o processo de cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural de um conjunto de campos em águas rasas, localizados nos estados do Ceará e de Sergipe.  

Estão sendo oferecidas nove concessões, cuja produção média de 2015 foi de 13 mil barris diários de óleo equivalente, o que corresponde a 0,5% da nossa produção total.

Os campos foram agrupados em polos de produção, com instalações integradas, de forma a proporcionar aos novos concessionários plenas condições de operação. São eles:

Estado

Polo

Concessões

SE

Sergipe

Caioba, Camorim, Dourado, Guaricema e Tatuí

CE

Ceará

Curimã, Espada, Atum e Xaréu

A venda será realizada por meio de processo competitivo e avaliaremos os termos e condições das propostas que venham a ser recebidas.

A negociação desses ativos faz parte da nossa estratégia de desinvestimento, cujos objetivos e metas estão definidos no Plano de Negócios e Gestão 2015-2019 e, conforme práticas de mercado, estimativas de valor são consideradas informações estratégicas e não serão divulgadas antes da conclusão da operação de venda.

Fatos julgados relevantes sobre este tema serão tempestivamente comunicados.

Fonte: http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/iniciamos-a-venda-de-ativos-em-aguas-rasas-no-ceara-e-em-sergipe.htm

Compartilhar: