Pular para o menu
1468254579
Quebrada?

Petrobrás bate recorde mensal de produção em junho

Na contramão do discurso neoliberal, trabalhadores mostram vitalidade da companhia

11 de julho de 2016 às 13:29

destaque

Foto: Petrobrás

Mais uma vez, os trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás desmentem a boataria neoliberal que procura disseminar a ideia de que a companhia estaria quebrada: em junho, a produção total de petróleo e gás chegou a 2,90 milhões de barris de óleo equivalente (boed), o que representa recorde mensal. A nova marca supera o volume de 2,88 milhões de boed, obtido em agosto de 2015, e é 2% maior que a quantidade produzida em maio (2,83 milhões boed).

No Brasil, os 2,70 milhões de boed obtidos pela Petrobrás também representam um recorde mensal, superando a marca anterior, de 2,69 milhões boed, alcançada em agosto de 2015.  Considerando apenas a extração de petróleo, a produção média em junho, de 2,3 milhões de barris por dia (bpd), é 2% maior que o volume produzido no mês anterior, significando a terceira maior média mensal já registrada pela Petrobrás.

Produção no pré-sal aumenta 8% em relação a maio e atinge novos recordes

Segundo o blog da Petrobrás “Fatos e Dados”, em matéria publicada nesta segunda-feira, 11, a produção de petróleo e gás natural operada pela companhia, na camada pré-sal, em junho, cresceu 8% em relação ao mês anterior e bateu novo recorde mensal, ao alcançar o volume de 1,24 milhão boed.

Outra marca batida no pré-sal diz respeito ao recorde diário. Neste quesito, a Petrobrás registrou em 30 de junho, a produção de 1,087 milhão de barris. Segundo “Fatos e Dados”, esse crescimento “deve-se, principalmente, à entrada de novos poços conectados aos FPSOs Cidade de Maricá e Cidade de Itaguaí, no campo de Lula, nas áreas de Lula Alto e Iracema, respectivamente”.

Veja, aqui, a matéria publicada em Fatos e Dados...

Compartilhar: