Pular para o menu
1310485562

Petrobras assina contrato de produção na Tanzânia

12 de julho de 2011 às 12:46

A Petrobras assinou na semana passada, um Contrato de Partilha da Produção do Bloco 6, que prevê iniciar a exploração de petróleo e gás na costa da Tanzânia em setembro. O contrato do bloco, que possui uma área de 11.099 km2, localizada em águas profundas (500 a 3.500 metros) no setor tanzaniano do Oceano Índico, tem a duração de onze anos, divididos em três períodos. Em nota, a estatal, disse que iniciou a avaliação do potencial petrolífero da Tanzânia em 2002. Em 2004, foi assinado o primeiro contrato de produção, denominado Block 5 PSA.  A companhia, afirmou, ter um acordo de produção compartilhada para os blocos 5 e 6, em uma área conhecida por ter importantes depósitos de gás natural.

A empresa também pretende lançar em breve a nova plataforma Poseidon, esperada para Mtwara, no sudeste da Tanzânia.  - A Posseidon está concluindo o comissionamento, com previsão de sair do estaleiro da Samsung em 29 de Julho, informa a assessoria da Petrobras.  A Petrobras, está investindo 11 milhões de dólares na Tanzânia e planeja investir outros 14 milhões de dólares para desenvolver o porto de Mtwara, e que a embarcação realizará a exploração por um período de 20 meses. Ainda, de acordo com a nota, a companhia já tem investimentos em outros países africanos como Angola, Namíbia e Gabão.

Em relação aos blocos em que a Petrobras é operadora na Angola, a previsão é perfurar um poço no bloco 26 (localizado na Bacia de Benguela, ao sul do offshore angolano) até o final deste ano, enquanto possíveis perfurações seguem em avaliação nos demais blocos. Na Namíbia, a previsão é perfurar um poço no bloco 2714A (localizado em águas do sul da Namíbia) até agosto de 2013. E no Gabão, recentemente a Petrobras assinou um acordo para aquisição de 50% dos direitos da Ophir Energy nos Blocos Ntsina Marin e Mbeli Marin, localizados na Bacia Costeira, região norte do offshore da República do Gabão, na Costa Oeste da África.

Reservas

O governo da Tanzânia estima as reservas provadas de gás natural no país do leste da África em 7,5 trilhões de pés cúbicos. Tem havido crescente interesse na exploração de óleo e gás no leste da África após descobertas, e também por óleo em Uganda. O continente africano está entre as prioridades de investimentos no Plano Estratégico da Petrobras, onde a Empresa também já atua nas atividades de exploração e produção de petróleo, na Nigéria, na Guiné Equatorial, na Tanzânia, em Moçambique e na Líbia.

Fonte: NN

Compartilhar: