Pular para o menu
1311867472

Petrobras importará mais gasolina se cair mistura de etanol

28 de julho de 2011 às 12:37

A Petrobras deverá importar volumes maiores de gasolina no caso de o governo decidir reduzir a mistura de etanol no produto, afirmou o presidente-executivo da petroleira, José Sergio Gabrielli. Segundo ele, a Petrobras chegou ao limite de sua capacidade de elevar a produção de gasolina no parque de refino atual no Brasil, e qualquer eventual aumento na demanda pelo combustível terá que ser atendido por importações. Pela regulamentação atual, os distribuidores de combustíveis no Brasil precisam adicionar 25 por cento de etanol anidro na gasolina.

Devido ao aumento dos preços do anidro, no entanto, o governo --que tem a inflação como uma das principais preocupações no momento-- poderá reduzir esse percentual, o que elevaria indiretamente a demanda por gasolina. "Se aumentar a demanda, seja por qualquer razão, vai precisar importar, porque não conseguimos produzir mais gasolina no Brasil", afirmou Gabrielli a jornalistas em São Paulo, após apresentar o novo plano de investimentos da companhia. "A capacidade de crescer a produção de gasolina chegou ao limite", acrescentou. Segundo ele, a Petrobras importou em 2010 o equivalente a 4 dias de consumo doméstico de gasolina. Em 2011, até o momento, foi importado volume equivalente a 3 dias de consumo.

Fonte: NN/Estadão Online

Compartilhar: