Pular para o menu
1512504790

Petroleiros do ATP-ARG protestam contra desmonte da Previdência, insegurança e demissões

05 de dezembro de 2017 às 17:13

destaque

Foto: Arquivo

Em manifestação realizada na manhã desta terça-feira, 5, petroleiros e petroleiras norte-rio-grandenses atenderam ao chamamento do Sindicato e protestaram contra a proposta de reforma da Previdência Social apresentada pelo governo Temer.

A mobilização ocorreu na base S-7 do Ativo de Produção de Alto do Rodrigues e teve início às 6 horas, com um “trancaço”, na entrada das instalações, reunindo trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás e de empresas terceirizadas.

Além do repúdio à tentativa de desmonte da Previdência, os manifestantes protestaram contra o esfacelamento da Petrobrás, o aumento do número de casos de perseguição e assédio no ambiente de trabalho, a insegurança e as demissões arbitrárias de trabalhadores da Hidratight.

De forma injusta e sem justificativas convincentes, cerca de 25 trabalhadores da terceirizada que prestavam serviços à Petrobrás nos campos de produção do ATP-ARG foram afastados e, posteriormente, demitidos, em 16 de outubro último.

Solidários com os companheiros atingidos, alguns deles em vias de se aposentar, trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás e de outras empresas terceirizadas lotados em unidades do ATP-ARG decidiram que as manifestações serão realizadas durante todo o mês de dezembro, ou até que os demitidos sejam reintegrados.