Pular para o menu
1302808285

Petroleiros fundam sindicato no Maranhão e ampliam unidade em torno da FUP

14 de abril de 2011 às 16:11

Na noite desta terça-feira, 12, os trabalhadores do Sistema Petrobrás que atuam no Maranhão aprovaram em assembléia o estatuto de fundação do Sindicato dos Petroleiros do Maranhão. Os trabalhadores elegeram a Diretoria Provisória do Sindipetro, composta por seis petroleiros, com mandato inicial de 12 meses (veja abaixo a relação dos dirigentes). Na assembléia, também foi aprovado o desconto mensal da contribuição sindical dos associados e a filiação da nova entidade à FUP, que, a partir de agora, passa a contar com 13 sindicatos em todo o país. O Sindipetro-MA está funcionando, provisoriamente, na sede da CUT, em São Luís.

O estado do Maranhão conta atualmente com um terminal da Transpetro e uma unidade administrativa da Petrobrás, além da refinaria Premium, que a estatal já iniciou as obras, com previsão de conclusão em setembro de 2013. A refinaria será a maior da América Latina, com capacidade de processamento de 600 mil barris de petróleo por dia, sendo que 300 mil já em 2013 e os outros 300 mil barris a partir de setembro de 2015.

A fundação do Sindipetro-MA atende aos anseios dos trabalhadores locais, que vinham cobrando uma representação sindical efetiva e com autonomia para que possam se organizar na luta por seus direitos e reivindicações. A filiação à FUP foi uma decisão maciça dos trabalhadores, que, em suas intervenções, ressaltaram a importância da unidade nacional em torno de uma entidade que é referência na história sindical do país, tanto pelas greves históricas que liderou, como pela defesa intransigente da soberania nacional.   

A FUP parabeniza os trabalhadores do Maranhão por fortalecerem a organização da categoria petroleira, fundando um sindicato democrático, autônomo e que já nasce com a bandeira da unidade nacional. A Federação também destaca a solidariedade e empenho dos petroleiros de Pernambuco, que, através do Sindipetro, deram todo o suporte e apoio necessários para que os companheiros do Maranhão pudessem se organizar. Sejam bem vindos à FUP e sigamos juntos na luta por melhores condições de trabalho, segurança, salários e um país soberano e com justiça social.

Fonte: FUP

Compartilhar: