Pular para o menu
1359465022
Participação nos Lucros

Petroleiros realizam paralisações e protestos em todo o País

No RN, movimento teve início em Mossoró, Guamaré e Plataformas, e prosseguirá no decorrer da semana

29 de janeiro de 2013 às 10:10

destaque

Foto: Márcio Dias

Segundo informações colhidas junto aos sítios da FUP e da FNP, a categoria petroleira atendeu amplamente ao chamamento das entidades sindicais e realizou paralisações e protestos, nesta segunda-feira, 28, em diversas unidades da Companhia espalhadas pelo País. O movimento reivindica valor máximo para a PLR 2012, a ser dividido igualitariamente entre todos os trabalhadores, e abertura de um processo democrático de negociações visando o regramento do pagamento das PLRs futuras.

No Rio Grande do Norte, em razão da grande dispersão que caracteriza a distribuição geográfica da categoria petroleira, o SINDIPETRO-RN decidiu concentrar as mobilizações desta segunda-feira, em unidades sediadas nos municípios de Mossoró e Guamaré, e nas plataformas marítimas. Em Mossoró, houve manifestação em frente ao portão de acesso à Base 34, reunindo trabalhadores dos campos de produção de Canto do Amaro e Riacho da Forquilha.


Durante o ato político, que contou com a participação do coordenador geral da FUP, João Antonio de Moraes, vários oradores foram contundentes nas críticas ao recrudescimento das práticas de assédio moral, assim como à política de desinvestimentos, que vem caracterizando a gestão Graça Foster. Somente na região de Mossoró, em decorrência da retração de atividades da Companhia, mais de mil postos de trabalho foram extintos, desde novembro de 2012.

Polo e Mar – No Polo Guamaré, diversas mobilizações em defesa de uma PLR justa e democrática foram realizadas nas últimas semanas e reafirmadas na manhã desta segunda-feira. Além do bloqueio das entradas da unidade, houve corte na rendição de turno e suspensão da emissão de Permissões de Trabalho. Cerca de 1.500 trabalhadores terceirizados deixaram de trabalhar, e não houve comercialização de produtos, como óleo diesel, gasolina e gás de cozinha.


Já, no Ativo Mar, as emissões de Permissões de Trabalho foram suspensas em 27 plataformas, desde as 18 horas do último domingo. Trabalhadores do “bate-e-volta” não embarcaram nesta segunda-feira, e os demais cruzaram os braços, com uma adesão de 95%. Nas demais unidades da Companhia no Estado, as manifestações deverão prosseguir no decorrer da semana.

Para obter informações sobre as mobilizações realizadas nos demais Estados, click nos links abaixo...

http://www.fup.org.br/2012/noticias/manchetes/2220452-petroleiros-em-greve-de-24-horas-por-uma-plr-justa-e-democratica

http://fnpetroleiros.org.br/?p=3454

Compartilhar: