Pular para o menu
1539617913

Petroleiros unidos pelo Brasil sem ódio e sem medo!

15 de outubro de 2018 às 12:38

destaque

Foto: Arquivo

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN dirige-se aos milhares de trabalhadores e trabalhadoras de nossa base territorial, assim como aos familiares e amigos destes, para alertar sobre a gravidade do momento político que vivemos e para propor uma tomada de posição conjunta. Afinal, a eleição do próximo presidente da República definirá os rumos do país e o resultado trará consequências para as vidas de cada um de nós e para as próximas gerações.

A existência de dois concorrentes no pleito até poderia levar esta Direção Sindical a assumir uma posição de neutralidade, apenas recomendando filiados a serem criteriosos em suas escolhas. No entanto, considerando que a disputa NÃO SE DÁ entre dois projetos DEMOCRÁTICOS, mas entre candidaturas com posições antagônicas em relação ao Estado Democrático de Direito, não podemos deixar de nos manifestar.

Para a classe trabalhadora brasileira, a vigência do Estado Democrático é vital à preservação de direitos e à conquista de avanços, seja nas relações com os empregadores, seja na obtenção de melhores condições de vida, trabalho ou salários. Os petroleiros, especialmente, têm clareza de que a existência de um ambiente democrático, com liberdade de organização sindical e direito de greve, por exemplo, nos permitiu manter direitos e progredir.

Por outro lado, arrancando riquezas das entranhas do planeta, também sabemos que a Democracia é essencial à preservação da Soberania Nacional. Sem ela – a DEMOCRACIA, jamais poderemos dar destinação econômica e social sustentável à exploração do petróleo, que é a mais importante fonte de energia da atualidade e também matéria-prima e insumo de uma infinidade de produtos.

Assim, compreendendo que a eleição reúne uma candidatura progressista que respeita as instituições democráticas e estimula a participação popular, e outra que é nitidamente retrógrada e que promete “combater o ativismo da sociedade civil organizada” fazendo apologia à ditadura militar, à violência e à tortura, com uma campanha baseada em preconceito, intolerância e mentiras, a Direção do Sindicato não poderia deixar de se posicionar.

Sem ÓDIO e sem MEDO, repudiamos a candidatura fascista de Jair Bolsonaro, e conclamamos todos os trabalhadores e trabalhadoras integrantes dos diversos segmentos da cadeia produtiva do petróleo a se unirem em torno dos que defendem a Democracia, a Soberania Nacional e os Direitos do Povo, votando em Fernando Haddad (13) para a Presidência da República.

 

Não ao ódio! O fascismo não passará!

 

Natal(RN), 15 de outubro de 2018

Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN

Compartilhar: