Pular para o menu
1392140649
REUNIÃO

PLR FUTURA: FUP e sindicatos rejeitam na mesa proposta da Petrobrás

Federação Única dos Petroleiros recorre ao DEST para reivindicar mudanças no regramento

11 de fevereiro de 2014 às 14:44

destaque

Foto: Arquivo

FUP

Nesta terça-feira, 11, a FUP se reuniu com a Petrobrás para dar prosseguimento à negociação da PLR futura. A proposta de regramento da empresa é a mesma que foi apresentada em outubro de 2013, com percentuais entre 4% e 5,25% sobre o lucro líquido, sempre com base no cumprimento de metas. A empresa afirmou que a proposta de regramento da PLR será validada para a PLR 2014, a ser paga em 2015. A Federação rejeitou,  em mesa de negociação, a proposta apresentada pela Petrobrás.

A Petrobrás também insiste em ignorar a reivindicação da FUP e seus sindicatos, de que o regramento das PLR's futuras tenham um piso mínimo, a ser aplicado em casos de não distribuição de dividendos ou falta de lucro da empresa.

A Federação aguarda um posicionamento da Petrobrás, que afirmou que a divulgação do balanço da empresa e o valor do provisionamento da PLR 2013 serão divulgados na próxima reunião do Conselho de Administração, no dia 25/02. A FUP reivindica avanços na proposta  e que ela seja aplicada na quitação da PLR 2013.

FUP recorre ao DEST para reivindicar mudanças no regramento da PLR futura

A FUP esteve nesta segunda-feira, 09, em Brasília, para reunião com o Departamento de Coordenação e Governança de Empresas Estatais (DEST). A Federação expôs todas as questões referentes à negociação da PLR futura, que se estende há meses e, reivindicou que o valor apresentado pela Petrobrás, na proposta de regramento, que é entre 4 a 5,25% sobre o lucro liquido, seja maior.

 

Compartilhar: