Pular para o menu
1506086559

Primavera de Lutas: Ato em frente à Base 34 pede retomada do crescimento

Além de petroleiros, evento contou com metalúrgicos, comerciários e previdenciários

22 de setembro de 2017 às 10:22

destaque

Foto: Aldeirton Pereira

Reunidos desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 22, em frente à Base 34, em Mossoró, trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás e de empresas terceirizadas saudaram a chegada da Primavera, manifestando disposição de unidade e de luta. Intitulada “Primavera de Lutas”, a manifestação foi encerrada logo após às 8 horas, contando com a participação de representações sindicais de metalúrgicos, comerciários e previdenciários.

Os oradores denunciaram a agenda regressiva do governo ilegítimo de Michel Temer, baseada na desindustrialização e na retirada de direitos, e defenderam a luta por um novo projeto nacional de desenvolvimento. A situação específica dos trabalhadores terceirizados e a ameaça de saída da Petrobrás das atividades de exploração e produção de petróleo no Rio Grande do Norte também foram abordadas no ato.

A possibilidade de descontinuidade dos contratos de empresas que prestam serviços para a Petrobrás vem trazendo grande insegurança para os trabalhadores. A cada troca de empresa, os salários sofrem forte pressão para serem reduzidos e os direitos e benefícios conquistados com muita luta tendem a ser rebaixados.

No momento, essa ameaça paira sobre os trabalhadores e trabalhadoras da ELFE Óleo e Gás. A Diretoria do SINDIPETRO-RN já fez um pedido público de esclarecimentos à Direção local da Petrobrás sobre a possível existência de vetos ou restrições à participação de empresas em processos licitatórios, e aguarda a resposta da companhia.

Petrobrás

A ameaça de saída da Petrobrás do RN também foi denunciada na manifestação. Segundo o diretor de Secretaria geral do SINDIPETRO-RN, Pedro Lúcio, a retração de investimentos da companhia no Estado já produziu um rastro desemprego que atinge 10 mil postos de trabalho.

Aproveitando a presença da vereadora Isolda Dantas (PT) na “Primavera de Lutas”, o Sindicato entregou à parlamentar um estudo sobre a situação do setor petrolífero no Estado e também solicitou a realização de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Mossoró para tratar dessa questão.

A ideia, segundo Pedro Lúcio, é reunir o maior número possível de agentes políticos e sociais da cidade e da região, avançando no sentido da organização de uma frente ampla em defesa da retomada dos investimentos e da presença da Petrobrás no RN.

A “Primavera de Lutas” é uma mobilização nacional organizada por diversas centrais sindicais, dentre as quais a CTB, que está sendo realizada nesta sexta-feira, 22, primeiro dia da Primavera, em diversas cidades brasileiras. 

Compartilhar: