Pular para o menu
1327064481
Reclamações sobre AMS

Profissionais credenciados à AMS reclamam de assédio da Petrobras

Petrobras é acusada de importunar profissionais da saúde e diminuir opções de serviços prestados

20 de janeiro de 2012 às 10:01

Alguns profissionais credenciados na AMS relataram que ultimamente estariam sendo questionados quanto ao número de atendimentos realizados por eles. Segundo os profissionais assediados, as correspondências da empresa chegam por vezes a fazer insinuações grosseiras, questionando a preferência de pacientes por determinados médicos e cobrando a justificativa para a escolha dos pacientes.

Os profissionais de saúde questionam também a imposição da Petrobras de limitar o credenciamento por especialização. Muitos médicos aptos em mais de uma especialidade, só poderiam se credenciar em uma delas na AMS. Isso vem gerando revolta não só nos profissionais médicos, mas também nos pacientes que deixam de ter mais opções cobertas pelo plano.

O SindipetroRN acha essas medidas da Petrobras em relação ao serviço da AMS abusivas, parecendo mais uma ação intimidatória. Para a entidade sindical a fiscalização do sistema de saúde da Petrobras, deve ser voltada a melhorar os serviços prestados e numa quantidade satisfatória para que não deixe pacientes à espera de exames ou cirurgias. O que se deve priorizar é a qualidade do serviço em quantidade suficiente para a demanda de pacientes, e não a preferência por um bom profissional ou por uma especialidade.

Compartilhar: