Pular para o menu
1343750228
Reivindicações

Reunião com Gerências da UO tem saldo positivo para Guamaré e Mar

Em pauta, questões relacionadas à segurança, controle de frequência e mudança de regime

31 de julho de 2012 às 12:57

destaque

Foto: Arquivo

Nas plataformas, depois dos últimos acidentes, o sinal de alerta foi ligado. Os trabalhadores cobraram mais segurança e a Petrobrás vem tomando medidas no sentido de minimizar riscos. Segundo o relato apresentado por gerentes da UO-RNCE, em reunião conjunta com diretores do Sindicato, o guindaste da PUB-3 foi reformado e está em vias de receber certificação para voltar a operar. Em caráter emergencial, quatro novos guindastes estão sendo adquiridos pela empresa para serem instalados nas PUBs 1, 3 e 6 e na PEP 1. Para as plataformas em que o uso desse equipamento não é tão intenso, mais seis unidades serão compradas.

Com a finalidade de agilizar os serviços de manutenção dos guindastes foi constituída uma equipe específica, integrada por um engenheiro e dois técnicos. E para promover a qualificação técnica dos guindasteiros, foram feitas articulações junto ao SENAI e às empresas terceirizadas. A instituição oferecerá cursos de formação e reciclagem e as empresas contratadas serão obrigadas, por contrato, a apresentar, periodicamente, a recertificação de seus profissionais. Já, com relação ao transporte, o atracadouro da PUB-3 está sendo reformado e duas novas lanchas devem começar a operar, sendo a primeira em setembro, e a outra, em março.

Guamaré – Na pauta de Guamaré, as reivindicações dos trabalhadores relacionavam-se principalmente com a sistemática de cômputo e controle de frequência e mudanças de regime. E, de acordo com os gerentes, os trabalhadores têm razão em vários pontos. Sem entrar em detalhes ou citar nomes, o gerente geral, Luiz Ferradans, informou que “as inconsistências na marcação da frequência estão sendo corrigidas”, e que esperam “equacionar os problemas, acabando com a diferenciação”. Disse, ainda, que deverá ser implantado um sistema “visando à melhoria da qualidade da anotação da frequência” e que “o RH é quem vai alimentar a dos chefes”. Ainda segundo Ferradans, esses ajustes “deverão ser feitos nos próximos dois meses”.

Com relação à questão do dia de embarque dos trabalhadores do Sobreaviso lotados no carregamento, que vinha sendo lançado na frequência como folga, os gerentes concordaram com o pleito e informaram que o problema será resolvido já a partir desta semana. Quanto ao empréstimo de trabalhadores para o ATP-MAR, foi comunicado que a medida está sendo revista, em função de ajustes no projeto do duto. Questões relacionadas a diárias de viagem e auxílio almoço foram tratadas como mudanças corporativas. No entanto, a Gerência informou ter feito consultas que ainda não foram respondidas.

Compartilhar: