Pular para o menu
1304105135

Rio pede desculpas oficiais a presos e torturados pela ditadura

29 de abril de 2011 às 16:25

Cerca de 160 pessoas receberam um pedido oficial de desculpas do Estado do Rio, por terem sido torturadas durante o período da ditadura militar. A cerimônia foi realizada na sede do Arquivo Nacional na quarta-feira (27). Cada uma delas também recebeu uma indenização de R$ 20 mil.

O chamado ato de reparação, realizado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, contemplou pessoas detidas ou torturadas em órgãos do estado do Rio entre 1964 e 1979. Durante a cerimônia, um video com depoimentos de pessoas torturadas e de seus familiares comoveu quem participava do evento.

Presa em 1970, Regina Toscano, que recebeu a homenagem simbólica, falou sobre o evento. "Não apaga o sofrimento, mas é um gesto. O importante é que isso fique na história, que a gente não esqueça, que as novas gerações saibam que existiu este momento (de torturas e prisões políticas) e que foi importante para que a democracia hoje pudesse existir.”

O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, acredita que a reparação é importante também para a construção da memória do país.

"O Rio de Janeiro foi o epicentro da resistência democrática e um dos territórios que mais sofreu a atroz perseguição e tortura de pessoas e lideranças do período. É importante fazermos este gesto simbólico. Mais importante do que a indenização é a entrega do pedido de desculpas a pessoas tão valorosas, que chegaram a colocar suas vidas em risco para que a gente pudesse construir a democracia brasileira."

Fonte: Rede Brasil Atual

Compartilhar: