Pular para o menu
1375106016

Semana começa com a expectativa de o governo pagar o funcionalismo

29 de julho de 2013 às 10:53

Nós iniciamos a semana na expectativa de o Governo pagar a folha de servidores estaduais. A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) garante que vai pagar todo mundo nos dias 30 e 31 deste mês. E deverá cumprir a palavra.

O risco de atraso na folha dos servidores ficou evidente quando a governadora reuniu auxiliares para pedir um corte linear de 20% nos gastos de todas as secretarias e informou um buraco de R$ 89 milhões para pagar o funcionalismo neste mês de julho.

Para não atrasar a folha, a governadora decidiu remanejar dinheiro da saúde e da segurança pública, dois setores extremamente demandados.

O remanejamento é coisa corriqueira nos governos, mas o montante que Rosalba precisa está fora dos padrões habituais.

Rosalba vai tirar dinheiro da reforma e construção de penitenciárias e cadeias públicas; da compra de armamento e munição; do Itep.

Rosalba vai tirar dinheiro da reforma e manutenção das unidades hospitalares.

Rosalba vai tirar dinheiro da conservação das estradas estaduais.

A folha dos servidores gira hoje em torno de R$ 391 milhões. A dúvida que fica é a seguinte: se Rosalba está com dificuldade para pagar a folha de julho, como ficarão as dos meses vindouros? Qual é a garantia que ela tem de cumprir o calendário de pagamento nos meses seguintes?

Fala-se que o rombo na folha de pagamento é de mais de R$ 400 milhões até o final do ano. O dado é preocupante.

Eu tentei convidar o secretário de Planejamento, Obery Rodrigues, para ele esclarecer os números. Mas o governo, este governo, não é dado a esclarecimentos. Governo só gosta de dar entrevista quando o assunto é positivo, quando lhe interessa fazer propaganda. 

Num momento difícil como este, o governo foge de entrevista. Eu vou continuar tentando marcar a entrevista com o secretário Obery Rodrigues. Ele deve explicações à sociedade.

Nominuto.com

 

Compartilhar: