Pular para o menu
1442513029
Mossoró

Seminário é marcado por repúdio à suspensão do Benefício Farmácia

Plano de Negócios e Gestão da Petrobrás coloca em risco conquistas históricas

17 de setembro de 2015 às 15:03

destaque

Foto: Deivson Mendes

Se já havia motivos para lutar, agora sobram. Este foi o sentimento manifestado pelos trabalhadores presentes no Seminário de Qualificação de Greve, realizado nesta quarta-feira, 16, em Mossoró. Isto, porque a suspensão do Benefício Farmácia, em flagrante descumprimento do Acordo Coletivo, confirma a disposição do Conselho de Administração da Petrobrás de subtrair direitos conquistados pelos trabalhadores.

O Seminário de Mossoró teve por objetivo discutir estratégias para a deflagração da greve nas áreas administrativas e operacionais da Petrobrás e também será realizado nesta quinta-feira, 17, em Natal. Entre os dias 8 e 11 deste mês, os petroleiros norte-rio-grandenses aprovaram a realização do movimento, por tempo indeterminado, podendo ser convocado a qualquer momento, em data a ser definida pela Federação Única dos Petroleiros – FUP.

A categoria protesta contra o Plano de Negócios e Gestão – 2015/2019 da Petrobrás, que prevê cortes de investimentos, venda de ativos e concentração de recursos em atividades de exploração e produção na área do pré-sal. Os impactos negativos do PNG, com cortes em despesas e demissão de trabalhadores terceirizados, já estão colocando em risco conquistas históricas da categoria, e ameaçam a Petrobrás enquanto empresa integrada de energia.

 

Compartilhar: