Pular para o menu
1445025982

Setoriais na sede Natal debatem estratégia de campanha

16 de outubro de 2015 às 17:06

destaque

Foto: Gilson Sá

Com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre a estratégia adotada na atual Campanha Reivindicatória e convocar a categoria para ampliar e reforçar a unidade de ação na construção da greve nacional, a Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN realizou concorridas reuniões setoriais, pela manhã e à tarde, nesta sexta-feira, 16, nos corredores da sede administrativa da Petrobrás, em Natal. Durante as atividades, os diretores da entidade também cobraram o empenho de todos no esforço de convencimento dos colegas que ainda se mostram receosos em aderir ao movimento.

Garantidos pela ultratividade do atual Acordo Coletivo de Trabalho, até que se tenha condições para fazer valer uma proposta econômica que não venha a significar perda de direitos e conquistas, e, convencidos de que é importante fazer esse alinhamento sem atropelar os trâmites legais existentes, a Diretoria do Sindicato expôs aos trabalhadores e trabalhadoras presentes os pontos que a impedem de, isoladamente, marcar uma data de greve, neste momento, para que a categoria não caia em uma aventura irresponsável.

De acordo com o delegado sindical de Base da Sede Natal, Ivis Corsino, “a previsão é de que o movimento seja deflagrado ainda em outubro, pois há necessidade de esperarmos até o dia 26 deste mês, prazo estabelecido pelo Ministério Público do Trabalho, que faz a mediação para que a Petrobrás apresente o acordo sobre a Lei de Greve”. Até lá, a categoria deve garantir o item 10 da Pauta pelo Brasil, protocolada junto à Petrobrás, que afirma “Nenhum direito a menos”, fazendo um contraponto à proposta da companhia que visa rebaixar conquistas ou mesmo extinguir direitos históricos da categoria petroleira.

Compartilhar: