Pular para o menu
1333115087
Administrativo no Campo

Sindicalistas discutem mudanças no ADM em reunião com a Petrobras

Uma nova reunião deve acontecer no final de abril, após a conclusão das vistas da gerência a todas as unidades

30 de março de 2012 às 10:44

destaque

Foto: Arquivo

Com o objetivo de aprofundar a discussão sobre o Regime Administrativo do Campo, representantes do SINDIPETRO-RN, SINDIPETRO-ES e da FUP estiveram reunidos com a Gerência de Recursos Humanos Corporativo de Exploração e Produção da Petrobras. O encontro aconteceu nesta quinta-feira, 29, no Rio de Janeiro e contou com a presença dos diretores Dedé Araújo, Márcio Dias e Divanilton Pereira (RN); Nedson Raimundo, Nara Rocha e Felipe Augusto (ES), e Paulo Mansur, gerente da estatal.

Na oportunidade, os sindicalistas ressaltaram a necessidade da empresa promover mudanças no regime ADM de campo para que possa tornar mais atrativa as áreas de campo, principalmente  do ponto de vista da qualidade de vida dos trabalhadores, que reivindicam equilibrar o tempo a disposição da empresa e as folgas necessárias. Também foram discutidas as condições operacionais, questões relacionadas à necessidade de redução da jornada de trabalho no campo, SMS e adicionais, entre outras.

Ao final do encontro, o gerente da Petrobras, Paulo Mansur, se comprometeu a concluir as visitas administrativas a todas as unidades. Já foram visitadas as unidades da UO-RNCE e UO-SEAL, e a próxima será a UN-ES. Uma nova reunião deve acontecer no final de abril.

Histórico

No final de 2011, os Estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia, Espírito Santo, Sergipe/Alagoas, e os terminais da Petrobras no Rio de Janeiro e São Paulo, realizaram uma campanha, reivindicando o fim do trabalho administrativo no campo e a adoção do regime de sobreaviso e/ou turno ininterrupto de revezamento, apontado pela categoria como a forma mais correta para evitar o desgaste constante dos trabalhadores.

 

Compartilhar: