Pular para o menu
1545162673

SINDIPETRO-RN completa 34 anos de resistência e luta

18 de dezembro de 2018 às 16:51

destaque

Foto: Arquivo

Há 34 anos, em 18 de dezembro de 1984, nasceu o SINDIPETRO-RN, uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que tem como missão unir, organizar e mobilizar os trabalhadores e trabalhadoras dos setores de petróleo, gás e energia do Estado do Rio Grande do Norte para as lutas contra a exploração capitalista e pela valorização do trabalho.

Sempre estimulando a unidade de ação de todas as forças políticas e sociais interessadas na afirmação de um novo projeto nacional de desenvolvimento, o Sindicato age de forma democrática, unitária e transparente, desenvolvendo a crítica e a autocrítica de forma fraterna e responsável, inspirando-se nos princípios da igualdade de direitos, da liberdade, do respeito e da solidariedade entre os seres humanos.

No desempenho de sua missão, visando a conquista de seus objetivos, o Sindicato do Petroleiros e Petroleiras do RN adota a moral e ética proletária, comprometida com os interesses coletivos da classe trabalhadora, com a vida e o meio-ambiente, com a justiça social e a paz entre os povos.

Administração – O Sindicato é composto por uma Diretoria Executiva, formada atualmente por 43 membros, sendo que apenas quatro diretores são liberados para dedicação integral à atividade sindical. A Diretoria é eleita diretamente por todos os sindicalizados, cumprindo um mandato de três anos. 

A entidade é custeada pela contribuição mensal de dois por cento do salário-base de cada trabalhador ou trabalhadora sindicalizado, assegurando-lhe a manutenção de três sedes, sendo duas próprias, em Natal e Mossoró, contando com assessorias jurídica, na área trabalhista, e de comunicação.

Fóruns – A fim garantir a gestão democrática da entidade, assegurando a livre expressão dos associados, o Sindicato mantém os seguintes fóruns e instâncias de deliberação:

1. Congresso Estadual: Fórum máximo de deliberação da categoria, integrado por sindicalizados, sendo realizado uma vez por ano. O evento também elege os delegados para o congresso nacional da categoria, organizado pela FUP e demais sindicatos.

2. Assembleia Geral: Composta por todos os trabalhadores, independentemente de serem sindicalizado ou não. Tem caráter deliberativo, principalmente em questões pontuais e é bastante acionada em campanhas reivindicatórias. As decisões são tomadas pela maioria simples dos presentes.

3. Setoriais: Reuniões de caráter informativo, realizadas no próprio local de trabalho, a qualquer momento.

Além disso, periodicamente, são promovidos encontros, seminários e palestras especificamente direcionados a trabalhadores e trabalhadoras do setor privado; aposentados e pensionistas; e mulheres petroleiras.

Compartilhar: