Pular para o menu
1320433362
UNIDADE DE AÇÃO

SINDIPETRO-RN defende a Unidade no avanço das conquistas

Trabalhadores da Bacia de Campos aprovam a luta do SINDIPETRO-RN na busca pela unidade de ação da categoria

04 de novembro de 2011 às 16:02

destaque

Foto: Arquivo

O movimento sindical dos petroleiros vive um momento importante de luta no país, na busca da conquista de aumento real, condições dignas de saúde e segurança, igualdade de direitos para combater a precarização do trabalho terceirizado e o fim das práticas anti-sindicais. A expectativa é de superar nas mesas de negociação com a Petrobras as fragilidades das relações de trabalho e alcançar o atendimento da pauta de reivindicações, com o fortalecimento do diálogo social e do respeito aos princípios e direitos fundamentais do trabalho.

Contudo, diante da intransigência da empresa e a resistência em atender as principais reivindicações, os petroleiros vem realizando mobilizações e debates em todas as regiões do país com o objetivo de definir estratégias para uma possível paralisação, com parada e controle de produção.

Neste contexto, o SINDIPETRO-RN tem buscado a ação conjunta dos 17 sindicatos de petroleiros em todo país, acreditando que este deve ser o lema potencializador do papel da categoria na busca pela aprovação de uma proposta que contemple as reivindicações com a rapidez e a eficiência que o assunto exige.

Em todo o país, a unidade tem sido apontada pelos trabalhadores como o caminho capaz de possibilitar êxito nesta luta, apresentando-se como caminho para elevar o protagonismo dos trabalhadores na luta pela valorização do trabalho e no enfrentamento às possíveis medidas da Petrobras para dificultar a reação da categoria.

Abaixo, reproduzimos depoimento de um petroleiro norte-rio-grandense, Enzo Carvalho, que atua na Bacia de Campos. Com o título “RN na UNIÃO da categoria petroleira” , o texto ressalta o papel do SINDIPETRO-RN na busca da unidade de ação da categoria petroleira em todo o país pelo atendimento da pauta de reivindicações.

Companheiros(as) do Rio Grande do Norte,

Como potiguares que somos e trabalhando aqui na Bacia de Campos, acompanhamos todos os passos do Sindipetro-RN, pois muitos dos norteriogrendenses ainda são sindicalizados no RN.

Hoje estamos muito felizes e orgulhosos com a atuação do Sindipetro-RN na luta pelos interesses da categoria e especialmente nesta grande tarefa que é a de promover a Unidade da Categoria, e ao ler a carta encaminhada a todos os sindicatos conclamando-os a deixarem suas divergências de lado e, ao menos na Campanha Salarial, se unirem para enfrentar a Petrobras, resolvemos colaborar e estamos aprovando um documento (veja o texto logo abaixo) por unanimidade, e encaminhando para nosso sindicato, o Sindipetro-NF, as duas federações (FUP e FNP), além dos outros 16 sindicatos de petroleiros a buscarem a união da categoria petroleira.

Acabou agora há pouco a Conselho Deliberativo da FUP e parabenizamos o Presidende do Sindipetro-RN que nais uma vez defendeu a unidade na luta de todos os 17 sindicatos do país.

O Presidente do Sindipetro-RN, sr Márcio Dias conclamou todos os 17 sindicatos de petróleo do Brasil para uma reunião em Natal, na próxima terça-feira, 08.11.11. o sr Márcio informou que o Sindipetro-SJC, Sindipetro-LP, Sindipetro-RJ, Sindipetro-Ce, Sindipetro-AL/SE, Sindipetro-PA e Sindipetro-BA, confirmaram presença.

Parabéns ao Sindipetro-RN, entidade que nunca se curvou diante da Petrobras. Entidade que sempre esteve na vanguarda do movimento sindical petroleiro. Como filho desta terra, nos enchemos de orgulho ao ver que nosso pequenino torrão consegue influenciar na campanha salarial com o objetivo de beneficiar a categoria petroleira.

Sindipetro-RN, esse sim é de luta. Parabéns a todos nós

Documento em circulação nas plataformas da Bacia:

Senhores,

Durante a Assembléia Extraordinária convocada pelo Sindipetro/NF e realizada na P-37 em 30 de outubro de 2011,  o companheiro Carlos Magno de Souza Candinho decidiu pela abstenção.

O companheiro Candinho justificou seu voto com o texto abaixo.

Os presentes na Assembléia decidiramos, por maioria dos votos, enviar o texto para essa Diretoria Colegiada, pois entendemos que, além da luta pela manutenção da dignidade dos trabalhadores devemos também envidar todos os esforços pela busca incessante da UNIÃO da categoria petroleira!


É inadmissível a acomodação com o divisionismo.

Saudações

Paulo Guilherme

(Em nome dos presentes na Assembléia de 30/10/2011 na P-37 - Lista de presença anexa)

Justificativa de Carlos Magno de Souza Candinho, pela abstenção de voto no indicativo do Sindipetro NF

Aproveito a oportunidade para tratar de outro assunto do momento: É necessário buscar a unidade de ação entre todos os Sindicatos Petroleiros do país, a fim de, desenvolverem em conjunto, a campanha do Acordo Coletivo de Trabalho 2011 no Sistema Petrobrás.

As Federações, FUP [1] e FNP [2], precisam convergir para um único ideal, que deve ser uma campanha reivindicatória vitoriosa para os Trabalhadores.

Enquanto as divergências entre as Federações não forem superadas, estarão estas atuando em prol da Petrobrás, inserindo a divisão e o enfraquecimento da Categoria Petroleira.

Que a FUP e a FNP cessem os ataques entre si, os nossos inimigos são outros!

Os Trabalhadores exigem respeito não somente por parte dos gestores da Petrobrás, mas também dos nossos Representantes nas Entidades Sindicais.

Com a unidade na luta, a nossa vitória sempre será possível, em ocasiões de reivindicação e nas Organizações nos Locais de Trabalho.

Por iniciativa dos Trabalhadores e decisão unânime, o texto foi aprovado e assinado por todos os presentes na assembléia.

Compartilhar: