Pular para o menu
1485952142
Setor Privado

Trabalhadores da Baker /BJ e da Perbras acatam propostas de Acordo

Refletindo a crise econômica e a retração de investimentos reajustes ficaram abaixo da inflação

01 de fevereiro de 2017 às 09:29

destaque

Foto: Arquivo

No mês de janeiro, além do Acordo Coletivo dos trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás, foram fechados os ACTs da Baker/BJ e da Perbras, referentes ao período 2016/2017. Na Perbras, as assembleias realizadas entre os dias 23 e 27, nas cidades de Areia Branca, Alto do Rodrigues e Mossoró, decidiram acatar a contraproposta da empresa, com um índice de reajuste salarial de 6%.

Na Baker/BJ, a assembleia foi realizada no início do mês, em Mossoró, e os trabalhadores e trabalhadoras decidiram, por unanimidade, aprovar a última contraproposta encaminhada pela Empresa. Tal como na Perbras, o índice de reajuste salarial ficou abaixo da inflação registrada pelo ICV-Dieese. Para os salários de até R$ 8 mil, o reajuste será de 7,5%, e para valores acima, será acrescida uma quantia fixa de R$ 600.

Caso outras bases da Baker/BJ em outros Estados aprovem reajustes com índices superiores àqueles concedidos aos trabalhadores do RN, a diferença será acrescida no acordo aprovado, juntamente com o retroativo. A partir da assinatura do Acordo, a Baker/BJ deverá aderir ao programa “Empresa Cidadã”, que concede licença-maternidade pelo período de seis meses e licença-paternidade pelo período de 15 dias.

Nos duas campanhas, as negociações para renovação dos Acordos se arrastaram por vários meses. De acordo com o diretor do SINDIPETRO-RN para o Setor Privado e Terceirizado, Manoel Assunção, a crise econômica por que passa o país e a retração de investimentos da Petrobrás nas áreas terrestres estão impactando fortemente a cadeia produtiva, reduzindo a quantidade de empregos e rebaixando condições de trabalho no setor.

 

Compartilhar: