Pular para o menu
1513353864

Trabalhadores da PERBRAS do RN cruzam os braços por avanços no ACT

Protesto aconteceu nas cidades de Mossoró, Alto do Rodrigues e Serra do Mel

15 de dezembro de 2017 às 13:04

destaque

Foto: Deivson Mendes

No Dia Nacional de Luta por “Nem um direito a menos!”, trabalhadores e trabalhadoras da PERBRAS que atuam no Rio Grande do Norte cruzaram os braços e promoveram parada de advertência. A atividade foi realizada nesta sexta-feira, 15, nas bases administrativas e operacionais da Petrobras no Alto do Rodrigues, Mossoró e na sonda de produção SPT – 80, que está operando no município de Serra do Mel.

Os protestos contaram com a presença de diretores do SINDIPETRO-RN, SINDIPETRO-BA, SINDIPETRO-NF, SINDIPETRO-ES e da Federação Única dos Petroleiros – FUP. Durante a atividade, os representantes das entidades sindicais reafirmaram a reivindicação de manutenção do atual Acordo Coletivo de Trabalho com recuperação das perdas inflacionárias nos salários e benefícios, além de uma solução emergencial para os problemas regionais.

“A empresa quer rebaixar o auxílio-alimentação dos trabalhadores e retirar a vigência das 30 horas-extras fixas dos operadores que atuam nas sondas, direito conquistado há mais de 20 anos”, explica o diretor do SINDIPETRO-RN Para o Setor Privado e Terceirizado, Manuel Assunção.

Em Mossoró, a atividade teve início às 5 horas, na Base -34 da Petrobrás, e contou com a presença de 60 trabalhadores que atuam nas funções de auxiliar operacional, eletricista, mecânico, soldador e operação de máquinas. A empresa tentou esvaziar o ato, enviando ônibus para retirar os trabalhadores do local, mas o veículo foi interceptado e os trabalhadores voltaram ao local da manifestação.

Na oportunidade, representantes do SINDIPETRO-NF também protestaram pelo direito de representação legal dos trabalhadores da PERBRAS, com a campanha “Sem o NF não tem acordo”. A representação dos empregados da empresa foi retirada do SINDIPETRO-NF e substituída por outra entidade sindical, o SINDITOB, que recentemente fechou acordo com 0% de reajuste com a PERBRAS.

O movimento sindical denuncia que a empresa simulou uma assembleia de trabalhadores que teria decidido pela mudança da representação sindical para o SINDITOB. “A própria categoria denunciou ao SINDIPETRO-NF, em setoriais, que a assembleia manobrada pela empresa não foi divulgada e teve quórum baixíssimo”, revelou Eider Siqueira, diretor do SINDIPETRO-NF para o Setor Privado.

Já no Alto do Rodrigues a atividade teve início às 6h30 com a presença de 80 trabalhadores. O coordenador geral do SINDIPETRO-RN, José Araújo, e o delegado sindical Ivis Corsino, organizaram o protesto junto com o diretor do SINDIPETRO-BA, Radiovaldo Costa e os diretores do SINDIPETRO-ES, Paulo Roni e Fábio Velten. Durante a manifestação, houve suspensão da emissão de Permissões de Trabalho (PTs).

Homenagem: Durante o protesto em Mossoró, a categoria realizou uma homenagem ao plataformista da PERBRAS, Henrique Dantas, 24 anos, que foi morto com um tiro na cabeça, em um assalto que aconteceu no último dia 12, na sonda SPT- 82, localizada na zona rural da cidade de Mata de São João, distante cerca de 80 km de Salvador.

Fórmula Serviços - Dezembro também tem sido um mês difícil para os trabalhadores e trabalhadoras da Fórmula Serviços que atuam no RN. Isso, porque a categoria está há oito dias com os salários e o auxílio transporte atrasados.

Segundo os funcionários, os fiscais do contrato já emitiram Registro de Ocorrência (RO) sobre o atraso no pagamento, mas até o momento não houve retorno por parte da empresa.  A categoria se mantém apreensiva, pois o 13º salário também não foi pago. 

Compartilhar: