Pular para o menu
1409341842
Hora de unidade e ação

Trabalhadores da Petrobrás iniciam mobilização para a Campanha Reivindicatória – 2014

Categoria cobra celeridade nas negociações, mais segurança e pagamento dos níveis para aposentados e pensionistas

29 de agosto de 2014 às 16:50

destaque

Foto: Graziella Sousa

Na última quarta-feira, 27, o SINDIPETRO-RN deu início ao esforço de mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás e de suas subsidiárias para a Campanha Reivindicatória – 2014. O calendário de assembleias foi inaugurado em Alto do Rodrigues e prosseguiu nos dias 28 e 29 com reuniões no Polo Industrial de Guamaré, nos campos de produção de Canto do Amaro e Riacho da Forquilha, e na sede administrativa da Companhia, em Natal.

Neste ano, a pauta reivindicatória contempla apenas demandas econômicas uma vez que as demais cláusulas do Acordo Coletivo têm validade de dois anos e, portanto, só serão negociadas na Campanha Reivindicatória de 2015. A majoração salarial pleiteada pelos petroleiros, aprovada no XVI Congresso Nacional da FUP, prevê reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses, conforme o ICV-Dieese, e ganho real de 5,5%, refletindo a variação do PIB extrativista mineral. Até o momento, a estimativa para a inflação é de 6,87%.

Assembleia no Alto do Rodrigues, na última quarta-feira, 27

Cobrança – Durante a reunião de entrega da pauta à Petrobrás, a FUP e os sindicatos filiados cobraram o adiantamento da reposição da inflação, conforme tem acontecido nas últimas campanhas reivindicatórias, e também exigiram o cumprimento das cláusulas do atual Acordo Coletivo que continuam pendentes, como a que trata da extensão do pagamento dos níveis recebidos pela ativa em 2004, 2005 e 2006 (cláusula 181) a todos os aposentados e pensionistas, e as que dispõem sobre questões relativas a regimes e jornada de trabalho (cláusulas 105, 106 e 115).  


Assembleias realizadas no Riacho da Forquilha e Canto do Amaro, na última quinta-feira, 28

Local – Além da pauta nacional, as assembleias realizadas no RN têm discutido diversas demandas de interesse local. Entre os principais pleitos, destacam-se o fim do Regime Administrativo no campo, a imediata reposição de efetivos e a correção de distorções relacionadas ao cômputo de frequência e horas-extras em diversas unidades, entre outras.

Assembleia realizada no Polo Guamaré, na última quinta-feira, 28

Na próxima terça-feira, 2/09, a categoria promoverá um Ato Político no Rio de Janeiro com caravanas de diversos estados, marcando o início da Campanha Reivindicatória e a luta por mais saúde, segurança e em defesa da vida. Também neste dia, será cobrada a extensão aos aposentados e pensionistas dos níveis conquistados pelos petroleiros da ativa nos Acordos Coletivos de 2004, 2005 e 2006. No Rio Grande do Norte, o Sindicato promoverá uma manifestação em frente à sede administrativa da Petrobrás, em Natal.  

Compartilhar: