Pular para o menu
1440069466
Setor Privado

Trabalhadores da Superior Energy aprovam Pauta Reivindicatória

Documento está sendo encaminhado à Federação para abertura de negociações

20 de agosto de 2015 às 08:17

Em assembleia realizada na manhã da última sexta-feira, 14, na base da Empresa, em Mossoró, trabalhadores e trabalhadoras da Superior Energy, por unanimidade, aprovaram a Pauta Reivindicatória da categoria para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho que será negociado pela Federação Única dos Petroleiros – FUP.

Reajuste salarial de acordo com ICV-Dieese mais 10% a título de ganho real, pagamento de todos os adicionais previstos em lei, fim do regime misto, divisor de horas de 180 para o operacional e de 200 para o Administrativo, além de abono de férias de 100%, são os principais pontos reclamados.

Veja, a seguir, a Pauta Reivindicatória aprovada...

PROPOSTA DOS TRABALHADORES PARA O ACT-2015/16 DA SUPERIOR ENERGY

01 – Os trabalhadores têm direito a receber todos os adicionais previstos em Lei, que são: Periculosidade: 30%, Sobreaviso: 26%, ADN: 26%, HRA: 32,5%, Confinamento: 26%, pois todos trabalham embarcados;

2- Reajuste de salário: Inflação medida pelo ICV-DIEESE mais 10% de ganho real;

3- Fim do regime misto;

4 - Bônus de embarque de 5h, para todos os operadores;

5 - PLR no valor de R$ 3 mil para todos, sem exceção e sem metas;

6 - Política de méritos, uma forma de motivação dos trabalhadores;

7 – Pagamento de todos os feriados nacionais (dobradinha), estaduais e municipais para os trabalhadores operacionais que estiverem efetivamente trabalhando;

08 - Equiparação salarial em todas as bases para os supervisores, técnico em manutenção e operadores;

09 - ADM 40 horas, inclusive operacional;

10 - Extinção imediata do banco de horas;

11 - Pagamento de horas extras de viagem a 120% sobre o salário bruto, quando os operadores forem trabalhar em outro Estado da federação (percurso ou translado);

12 – Pagamento de horas extras para os supervisores quando estiverem embarcados, pois todos fazem jus;

13 -  Horas extras serão pagas em dobro quando o trabalhador estiver em sua escala de folga e for chamado para trabalhar;

14 – THM de 180 para o operacional e de 200 para administrativo;

15 – Remuneração de todas as horas extras a 120%;

16 – Abono de férias a 100%;

17 - Manutenção de todas as outras cláusulas constantes do ACT anterior.

Compartilhar: