Pular para o menu
1360258566
Unidade de ação

Trabalhadores de Guamaré fazem apelo à consciência de classe

Decisões tomadas nos fóruns democráticos de deliberação da categoria devem ser respeitadas por todos

07 de fevereiro de 2013 às 14:36

destaque

Foto: Arquivo

Diretores do SINDIPETRO-RN, lotados no Polo Guamaré, estão fazendo um apelo aos trabalhadores e trabalhadoras daquela unidade: deliberações tomadas nos fóruns democráticos da categoria devem ser respeitadas e precisam ser implementadas por todos. Afinal, os frutos decorrentes de eventuais conquistas destinam-se ao coletivo e por ele serão usufruídas.

O chamamento para que a categoria marche unida na batalha que se avizinha não vem ao acaso. Na véspera da paralisação do último dia 28 de fevereiro, alguns trabalhadores chegaram a embarcar para o Polo, de taxi, vindos de Natal, a fim de esvaziar o movimento. Uma atitude lamentável, que afronta os interesses da maioria.

A todos, o Sindicato lembra que não podemos perder o sentimento de pertencimento de classe, e que não devemos esquecer a diferença entre “ser” e “estar”. Momentaneamente, ao longo de nossa trajetória profissional, até poderemos ser chamados a ocupar postos na hierarquia da Empresa. Porém, antes de tudo, somos trabalhadores e, como tal, pertencemos a uma classe. A isto, chamamos de consciência de classe. E cada uma das conquistas obtidas pela classe trabalhadora, ao longo da história, deve-se à existência dela.

Compartilhar: