Pular para o menu
1432479113

Trabalhadores mobilizados pelo fim do Administrativo no Campo: paralisação de advertência dias 27 e 28!

24 de maio de 2015 às 11:51

destaque

Foto: Arquivo

Trabalhadores das bases do Alto do Rodrigues (ATP), da UTE-JSP, Canto do Amaro e Fazenda Belém já confirmaram: nos próximos dias 27 e 28 de maio vão realizar paralisações de advertência pelo fim do Regime Administrativo no Campo. O foco da mobilização é a implantação imediata de um regime especial para bases remotas nos campos terrestres de produção e terminais. 
Depois de três reuniões, a Petrobrás continua se negando a atender a reivindicação e insiste em implantar uma escala de 8 x 6. Essa medida penalizaria ainda mais os empregados/as da Companhia, não resolvendo a situação daqueles desempenham atividades eminentemente administrativas, e interferindo nas jornadas dos que se encontram enquadrados em Regimes de Trabalho Especiais, como o TIR e o Sobreaviso, o que não é objetivo do movimento.
Na verdade, a proposta da Petrobrás aprofundaria o desequilíbrio já existente entre o entre o tempo que o trabalhador disponibiliza para a Empresa e o que ele dedica à sua família. Uma situação que afeta a saúde física e mental dos empregados inseridos em regimes inapropriados à natureza e local de suas atividades. Afinal, segundo o coordenador do SINDIPETRO-RN, José Araújo, são quase 15 horas a mais que esses trabalhadores ficam a serviço da Companhia, por semana.
Com o objetivo de reforçar o movimento e construir a unidade na luta, os sindicatos de áreas cujos trabalhadores sofrem com a incompatibilidade de regime estão cogitando a possibilidade de organizar uma luta conjunta. Com objetivo de articular esta ação conjunta, José Araújo esteve em Cabiúnas, no Rio de Janeiro, tratando assunto. O SINDIPETRO-CE/PI também é presença garantida nas mobilizações dos dias 27 e 28. 
 
Compartilhar: