Pular para o menu
1531769737
Elfe

Trabalhadores rejeitam proposta de Aditivo para ACT-2017/19

Decisão maciça reforça unidade na luta contra retrocessos e em defesa de direitos conquistados

16 de julho de 2018 às 16:35

destaque

Foto: Arquivo

Manutenção do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/18 sem retrocessos nos direitos firmados em mesa de negociação entre empresa e Sindicato. Esta é a premissa defendida pelos trabalhadores e trabalhadoras da Elfe, que analisaram e rejeitaram maciçamente, com apenas uma abstenção, a proposta de Aditivo para o ACT apresentada pela empresa, com vigência de dois anos.
As assembleias foram realizadas nos dias 10, 11 e 12 de julho, reunindo bases administrativas e operacionais sediadas em Areia Branca, Alto do Rodrigues, Canto do Amaro, Lorena, Fazenda Belém(CE), Guamaré, Mossoró e Riacho da Forquilha. A Elfe ofereceu reajuste salarial de 1%; 5% para os vales alimentação, refeição e transporte, e cesta básica para sindicalizados no valor de R$ 70.
De acordo com o secretário-geral do SINDIPETRO-RN, Pedro Lúcio, a proposta rebaixa os direitos do acordo vigente e precariza o trabalho desempenhado pela categoria. “A proposta apresentada é inferior ao assinado e protocolado no MTE, disposto em nosso Acordo Coletivo de Trabalho, subtraindo direitos conquistados depois de anos de luta”, explica o dirigente.
O secretário informa, ainda, que o comunicado oficial de rejeição já foi protocolado na sede da empresa, em Mossoró, e que a direção do Sindicato aguarda o agendamento de uma nova reunião para tratar do assunto.

Compartilhar: