Pular para o menu
1509991151

Validade do ACT é prorrogada até 30 de novembro

06 de novembro de 2017 às 14:59

destaque

Foto: FUP

A Direção da Petrobrás recuou e decidiu prorrogar a validade do atual Acordo Coletivo de Trabalho até o dia 30 de novembro. Anteriormente, a companhia havia comunicado disposição de manter as cláusulas do ACT até o dia 10/11, véspera da entrada em vigor da contrarreforma trabalhista.

Anunciado em reunião conjunta realizada na última sexta-feira, 3, o recuo da empresa sinaliza que a reação da categoria às ameaças de retirada e rebaixamento de direitos não foi o que os gestores esperavam.

Além da inconsistência da argumentação que procura justificar os ataques, a categoria petroleira já tem como exemplos as negociações de várias corporações que estão renovando integralmente seus acordos e convenções trabalhistas, sem nenhuma perda.

A Petrobrás deverá apresentar nova contraproposta para o ACT até o dia 10/11. Por isso, é muito importante que os petroleiros e petroleiras se mantenham atentos e mobilizados, participando das reuniões, atos e assembleias programadas pelo Sindicato.

Na próxima sexta-feira, 10, as centrais sindicais estarão promovendo o Dia Nacional de Luta contra o desmonte dos direitos trabalhistas. Nas principais cidades brasileiras serão promovidas manifestações de repúdio à contrarreforma e demais retrocessos.

Nas áreas administrativas e operacionais, os petroleiros e petroleiras norte-rio-grandenses também estarão protestando. Seja paralisando atividades, seja organizando e participando de manifestações conjuntas com outras categorias profissionais.

A FUP / Sindicatos vem alertando para a necessidade de intensificarmos nossas mobilizações: o Acordo Coletivo terá o tamanho da nossa resistência! Nossas conquistas foram obtidas com muita luta e é na luta que elas serão preservadas, assegurando cada um dos direitos alcançados ao longo destes últimos anos.

Com informações da FUP

Compartilhar: