Pular para o menu

Grupos estudantis pedem julgamento público de Mubarak no Egito

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Integrantes de grupos revolucionários do Egito promoveram na última sexta-feira (15/04) uma manifestação em favor do julgamento público do ex-presidente Hosni Mubarak, de 82 anos, que deixou o poder em 11 de fevereiro. No começo da semana passada, a Justiça do país determinou as prisões preventivas de Mubarak e seus dois filhos por 15 dias. As informações são das agências públicas de notícias da Argentina, a Telam, e de Portugal, a Lusa.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mubarak e filhos são detidos em investigação sobre corrupção

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O Ministério Público do Egito ordenou a detenção por 15 dias do ex-presidente Hosni Mubarak e de seus dois filhos, Alaa e Gamal, em meio a investigações sobre corrupção e violações dos direitos humanos por parte de seu governo, entre 1981 e 2011.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Mubarak e família são proibidos de deixar o Egito e têm bens congelados pela Justiça

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Duas semanas depois de ter renunciado à presidência do Egito, Hosni Mubarak foi proibido de deixar o país e teve os bens congelados pela Justiça. A medida também será aplicada à mulher dele, Suzanne, e aos dois filhos, Alaa e Gamal, além das noras Heidi Rasekh e Khadiga Al Gammal.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Depois de 30 anos no poder, presidente do Egito renuncia ao cargo

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Depois de 18 dias de protesto contra o governo do Egito, o presidente do país, Hosni Mubarak, de 82 anos, renunciou hoje (11) ao cargo. Ele passou quase três décadas no poder. A decisão foi anunciada pelo vice-presidente egípcio, Omar Suleiman, na TV estatal.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Cresce expectativa entre manifestantes pela saída de Mubarak

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Hosni Mubarak poderá renunciar ao cargo de presidente do Egito ainda nesta quinta-feira (10). Dirigentes militares e políticos do país e dos Estados Unidos deram a entender, esta tarde, que a saída é uma questão de horas. Na Praça Tahrir, centro dos protestos na cidade do Cairo, o ambiente é de expectativa e festa, segundo as agências noticiosas. "O Exército e o povo estão unidos", canta-se.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Na 3ª semana de protestos, egípcios reforçam ações anti-Mubarak

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Oposição se recusa a negociar com grupo de Mubarak enquanto ele continuar no poder

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

A oposição avisou nesta quinta-feira (3) que se recusa a negociar com o grupo do presidente do Egito, Hosni Mubarak, enquanto ele se mantiver no poder. A mensagem foi transmitida por um dos porta-vozes oposicionistas, Mohammed Aboul Ghar. Nesta manhã, a imprensa estatal informou que o vice-presidente egípcio, Omar Suleiman, iniciou um diálogo com partidos políticos e forças nacionais.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Manifestantes contrários e simpatizantes de Mubarak entram em choque

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Manifestantes opositores e partidários do governo egípcio se enfrentaram nesta quarta-feira na praça Tahrir, epicentro dos protestos pela queda do ditador Hosni Mubarak, no poder há 30 anos.

Os grupos de oponentes agrediram-se com paus e jogaram pedras uns nos outros sob os olhares dos militares, que não interferiram a princípio.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Egípcios promovem mobilização geral para derrubar Mubarak

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

O duelo entre o presidente egípcio Hosni Mubarak e a população que exige sua renúncia desde a semana passada enfrenta nesta terça-feira um teste decisivo, com a convocação de protestos que pretendem reunir um milhão de pessoas.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:

Sindicatos egípcios convocam greve geral e desafiam novo toque de recolher

Publicar no Na Hora: 
Publicar no Na Hora

Sindicatos egípcios convocaram para esta segunda-feira (31) uma greve geral para pressionar pela renúncia do presidente Hosni Mubarak, em meio aos mais intensos protestos no país em três décadas. A greve foi convocada nas principais cidades egípcias: Cairo, Alexandria, Suez e Port Said.

Crédito da imagem: 
Arquivo
Publicar no destaque principal: 
off
Publicar no destaque secundário: 
off
Compartilhar:
Divulgar conteúdo