Pular para o menu
1351611023
NOTA À POPULAÇÃO

A democracia e a soberania popular estão sob ameaça em Natal

Vereadores George Câmara e Raniere Barbosa, eleitos por maioria de votos, foram retirados da lista pelo TRE

30 de October de 2012 às 12:30

Os Movimentos Sociais foram surpreendidos com a tentativa de mudar o resultado das últimas eleições para vereador de Natal. Os vereadores George Câmara e Raniere Barbosa, eleitos por maioria de votos, foram retirados da lista pelo TRE e, numa jogada jurídica suspeita, os vereadores Edivan Martins e Cláudio Porpino, derrotados nas urnas, acabaram sendo considerados eleitos.

Se não bastasse a incoerência deste ato, o juiz relator do processo é também o advogado do vereador Edivan Martins, réu no caso da Operação Impacto.

A decisão, se mantida, joga na lata do lixo mais de 27 mil votos que foram dados ao conjunto dos candidatos pela coligação União por Natal II.  Além de ser um absurdo político, a manobra fere a vontade soberana do povo de Natal expressa nas urnas e, consequentemente, a própria democracia.

Convidamos a sociedade potiguar a se indignar com essa situação e garantir a vontade dos que votaram em George Câmara e Raniere Barbosa e demais companheiros (as) da coligação União por Natal II. Essa é uma luta em defesa do direito democrático de vermos nossa Casa Legislativa formada por aqueles que realmente foram eleitos pelo povo de Natal.

Conclamamos o Poder Judiciário como guardião dos princípios democráticos, para que corrija este equívoco que, se mantido, será um verdadeiro golpe na democracia e na soberania popular.

Natal, 29 de outubro de 2012.

Conam, FECEB, FECNAT e entidades filiadas; CTB e sindicatos filiados; CUT e sindicatos filiados; CGTB e sindicatos filiados; NCST e sindicatos filiados; FTI; UNE; UBES; UMES; APES e Grêmios Estudantis; UJS; Movimento Poetas Del Mundo; SPVA; SOS Ponta Negra; Assussas; DCE/UFRN; ANRED, entre outras entidades.

Compartilhar: