Pular para o menu
1391090824

Movimentos de Juventude planejam Jornada Nacional de Lutas 2014

30 de January de 2014 às 11:07

A sede das entidades estudantis, em São Paulo, recebeu na tarde desta terça-feira (28) integrantes de diversos movimentos de juventude para a primeira reunião de organização da próxima Jornada de Lutas, série de manifestações que vão tomar as ruas, instituições de ensino e espaços públicos entre os meses de março e abril deste ano.


A Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira vem sendo organizada anualmente pelas entidades estudantis e movimentos sociais com objetivo de intensificar a pauta por melhorias na educação, na cidade e no campo, no transporte público, nas condições de trabalho, pelo fim do extermínio da juventude, principalmente os negros e negras, e mais direitos para os jovens.

Em 2013, as marchas foram realizadas em 22 capitais e várias cidades do interior do Brasil.
‘’A juventude mobilizada nas ruas é instrumento fundamental para impulsionar novas páginas da democracia brasileira’’, destacou a presidenta da UNE, Virgínia Barros.

Para o representante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Raul Amorim, esta primeira reunião surgiu para continuar a iniciativa iniciada no ano passado. ‘’Estamos aqui para construir um novo calendário de lutas e reforçar o papel da juventude nas transformações do Brasil’’, falou.

Entre os encaminhamentos da reunião, ficaram decididas como pautas principais da próxima Jornada de Lutas da Juventude Brasileira o plebiscito popular pela reforma política, a democratização da mídia, o fim do extermínio da juventude negra, a desmilitarização da polícia e os 10% do PIB para a educação com foco no combate à mercantilização do setor, problema em evidência nas últimas semanas em razão do descredenciamento das instituições Gama Filho e UniverCidade.

‘’Hoje, os empresários do setor educacional são os que mais lucram no Brasil. Não podemos deixar que a lógica de capital aberto dessas instituições que faz com que o único compromisso de seus dirigentes seja o retorno de lucro para seus investidores passem por cima de uma educação de qualidade conectada com os interesses do país’’, enfatizou a presidenta da UNE.

Uma próxima reunião será realizada no dia 6 de fevereiro, na sede das entidades estudantis. O objetivo é que os movimentos presentes se preparem para a assembleia do dia 16 de fevereiro, em Brasília, que definirá os encaminhamentos das manifestações.

Confira como foi a Jornada de Lutas da Juventude Brasileira em 2013:   http://www.youtube.com/watch?v=KJyOudleLCg

Entidades presentes da primeira reunião para a Jornada de Lutas da Juventude Brasileira de 2014

Agentes de Pastoral Negros do Brasil – APNs; Associação Nacional de Pós Graduandos – ANPG; Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais – ABGLT; Centro de Estudos de Mídia Alternativa – Barão de Itararé; Coletivo Quilombo; Coletivo Nacional de Juventude Negra –ENEGRECER; Confederação Nacional das Associações de Moradores –CONAM; Consulta Popular; Fora do Eixo; Federação dos Estudantesde Agronomia do Brasil – FEAB; Juntos!; Juventude da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB; Juventude da Central Única dos Trabalhadores – CUT, Juventude Socialismo e Liberdade – JSOL; Juventude do PT – JPT; Juventude Revolução – JR; Levante Popular da Juventude; Marcha Mundial das Mulheres –MMM; Movimento Sem Terra – MST, Nação Hip Hop Brasil; Pastoral da Juventude Rural- PJR; Rede Ecumênica da Juventude – REJU; União Brasileira de Mulheres – UBM; União de Negros pela Igualdade – UNEGRO; União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES; União da Juventude Socialista – UJS; União Nacional dos Estudantes – UNE.

Fonte: UNE

Compartilhar: