Pular para o menu
1571412855

Petroleiros do RN ignoram pressão da Petrobrás e aprovam todos os indicativos da FUP

18 de October de 2019 às 12:34

destaque

Foto: Gilson Sá / Arthur Varela

Com mais de mil votos computados em 16 sessões deliberativas, feitas em áreas administrativas e operacionais da Petrobrás no Rio Grande do Norte, trabalhadores e trabalhadoras aprovaram os quatro itens indicados pela FUP e derrotaram mais uma vez o intenso trabalho de assédio imposto pelo alto comando da Companhia.

Em assembleias que ocorreram de 8 a 17 de outubro, além da rejeição à proposta apresentada pelo TST no dia 19/09, a categoria aprovou outros três indicativos defendidos pela FUP e seus Sindicatos: aprovação dos itens encaminhados ao TST, em 26/09, como melhoria à proposta do Tribunal; condicionar a assinatura da eventual aprovação das propostas às assinaturas dos acordos coletivos de trabalho das subsidiárias e da Araucária Nitrogenados; 

Veja, a seguir, o percentual do resultado final no RN:caso não ocorra negociação, greve a partir de zero hora do dia 26/10.

RESULTADOS DAS ASSEMBLÉIAS

A FAVOR

CONTRA

ABSTENÇÃO

ITEM 1 - Rejeição da proposta apresentada pelo TST no dia 19/09;

60,90%

34,89%

4,21%

ITEM 2 - Aprovação dos itens encaminhados ao TST, em 26/09, como melhoria à proposta do Tribunal;

67,78%

27,53%

4,68%

ITEM 3 - Condicionar a assinatura da eventual aprovação das propostas às assinaturas dos acordos coletivos de trabalho das subsidiárias e da Araucária Nitrogenados;

67,88%

27,44%

4,68%

ITEM 4 - Caso não ocorra negociação, greve a partir de zero hora do dia 26/10.

43,98%

40,73%

15,30%

 Quadro nacional

Assim como no RN, a categoria petroleira à nível nacional também vem aprovando os indicativos da Federação. Em média feita a partir de dez bases onde já encerraram as votações (até o momento) cerca de 70% dos trabalhadores consultados rejeitaram a proposta do TST para o Acordo Coletivo do Sistema Petrobrás.

Nos demais sindicatos da FUP em que ainda não foi concluída a apuração das assembleias, o resultado parcial também aponta a rejeição da proposta do TST, a aprovação da greve e dos demais pontos colocados pela Federação.  

Na avaliação do SINDIPETRO-RN, esse ótimo alinhamento com os sindicatos demonstra um claro sentimento de unidade na categoria - coisa imprescindível para o enfrentamento das lutas e da conquista de novas vitórias.

Próximos passos

Nesta sexta-feira, 18, a FUP e seus sindicatos terão um novo Conselho Deliberativo para analisar os resultados das assembleias e traçar estratégias para os próximos passos da campanha. 

Compartilhar: