Pular para o menu
1378498646
EFEITO PROCOP

Sindicato recebe mais denúncias sobre insegurança no local de trabalho em unidades na Bahia

Foram extintos quase todos os postos de vigilância no OP-FBM, ficando apenas um posto

06 de September de 2013 às 17:17

Sindipetro BA

A direção do Sindipetro Bahia recebeu mais uma grave denúncia dos trabalhadores do OP-FBM em razão da insegurança no local de trabalho e áreas vizinhas. A base perdeu a tranquilidade para exercer as atividades e o perigo constante tira o sono dos trabalhadores. Confira as denúncias.

1 - Mudanças gerenciais acontecidas na OP-FBM atingem todos da base de Bálsamo, MI, CM e  OP-FBM, pólo Bálsamo, chegaram com fortes indícios de que os novos gerentes desejam acabar com o regime de sobreaviso que existe a mais de 10 anos na OP-FBM. 

Esse regime foi implantado pela dificuldades de se encontrar trabalhadores dispostos a se deslocarem de Salvador, distância superior a mais de 250 km. Agora, em função de mudanças gerenciais, existem forte indícios que esses novos gerentes pretendem simplesmente acabar com o regime deixando os trabalhadores com perdas salariais grandes.

A maioria tem filhos em universidades particulares, com pais e/ou mães doentes, arrimos de família, agora sob ameaça de perderem parte dos salários.

2 - Efeito do PROCOP

Foram extintos quase todos os postos de vigilância no OP-FBM, ficando apenas um posto. Resultado: roubos de transformadores, assalto aos trabalhadores terceirizados numa área de 50 km onde estão distribuídos os poços e instalações do OP.

3 - Insegurança

A cidade vizinha à área administrativa, Cardeal da Silva, sofreu em 6 meses dois assaltos, sendo a agência do Branco do Brasil totalmente destruída. Isso causa insegurança entre os trabalhadores, pois têm medo que a área administrativa seja também assaltada.

A direção do sindicato agendará reunião com a gerência da OP-FBM para encontrar alternativas a essa situação de verdadeiro caos.  

Compartilhar: